Argentina Buenos Aires

Os portenhos indicam: as 5 pizzarias mais amadas de Buenos Aires

Como se não bastassem as medialunas, as empanadas e a parrilla, os argentinos também são fanáticos por outro prato típico: a pizza. Foi só a gente falar em comida, que os nossos amigos portenhos se animaram e começaram a dizer muitas pizzarias imperdíveis na capital hermana.

Uma boa explicação para tamanha paixão é a imigração italiana na província, já que muitos desses restaurantes que  existem até hoje começaram como negócios familiares de descendentes. Mas, eu até arriscaria dizer que os argentinos aprimoraram o prato e deixaram ainda mais gostoso. Pense numa massa bem grossa e macia, coberta por uma quantidade absurda de queijo mussarela. Essa é a massa “al molde”, base para os sabores mais tradicionais e que você precisa experimentar uma vez na vida: fugazzeta (muita cebola gratinada e queijo), napolitana (tomate, queijo e alho) e pimentão, presunto e queijo. Claro que você vai encontrar também as típicas pizzas italianas, com massa fininha e crocante, “à la piedra” e “à la parrilla”, mas o que nós vimos é uma preferência pela massa “al molde” portenho mesmo.

Na Corrientes – uma avenida gigante que atravessa quase toda a cidade – estão as pizzarias mais frequentadas pelos argentinos, especialmente no centro e microcentro. Além de serem deliciosas, o ambiente familiar nos conquistou. A clientela é fiel e os garçons, normalmente, trabalham na mesma pizzaria há milênios.

Ou seja, se você quer ter uma experiência bem portenha na sua passagem por Buenos Aires, tem que ir “sí o sí” a pelo menos um desses lugares.

Güerrín

Fundada em 1931 por uma família de imigrantes italianos, a Güerrín foi nominada um dos lugares de interesse cultural em Buenos Aires. Lá, as preferidas são a fugazzeta e a “especial Güerrín”.

Endereço: Av. Corrientes, 1368.

Foto: Guerrín

Foto: Guerrín

 

Las Cuartetas, “una porción de Buenos Aires”

Outra tradição da Corrientes, a Las Cuartetas foi considerada patrimônio cultural da cidade. A boa pedida é a Super Nápole.

Endereço: Av. Corrientes, 838.

Foto: Las Cuartetas

Foto: Las Cuartetas

 

El palacio de la Pizza

Seguindo adiante mais uma quadra, logo depois da Las Cuartetas está El Palacio de la Pizza. Mais clássica impossível, lá as pizzas são servidas em pratinhos de metal.

Endereço: Av. Corrientes, 751.

A famosa fugazzeta com fainá

A famosa fugazzeta com fainá

 

El Imperio de la Pizza

A nossa preferida e a primeira a ser considera lugar de interesse cultural da cidade. Também fica na Avenida Corrientes, porém no bairro Chacaritas. Para quem está hospedado no centro ou em bairros como Recoleta e San Telmo, ela pode estar um pouco mais afastada, mas vale à pena conferir. A fugazzeta é a nossa recomendação.

Endereço: Av. Corrientes, 6895.

Fugazzeta no balcão da Imperio de la Pizza

Fugazzeta no balcão da Imperio de la Pizza

 

La Mezzeta

Também fora do centro da cidade, essa é outra opção para conhecer as pizzarias de bairro em Buenos Aires. A La Mezzeta fica em Colegiales.

Endereço: Álvarez Thomas, 1321.

melhores-pizzas-buenos-aires-mezzeta

 

Outras particularidades das pizzarias portenhas

– Para acompanhar a pizza, um costume é pedir também uma fatia de fainá: uma massinha feita à base de farinha de grão de bico, azeite, sal e pimenta, originária da região de Gênova.

“Pizza al corte”: é normal pedir apenas uma fatia de cada sabor e nós achamos essa uma ótima opção, pra não ter que dar conta de uma pizza inteira e poder experimentar outros sabores. Mas, pergunte para o garçom se ela vem quentinha e com o queijo derretido, por que você pode receber um pedaço “requentado” e aí a experiência não é a mesma. Cada fatia custa em torno de 20 pesos (algo como R$ 7).

– Na mesa ou no balcão? Você pode escolher, mas a tradição é comer a sua fatia em pé mesmo, no balcão.

melhores-pizzarias-buenos-aires-guerrin

 

Não deixe de conferir todas as nossas dicas de viagem para Buenos Aires e conheça a capital porteña como um local. Buen provecho!

Deixe seu comentário e conte pra nós o que você achou desse post.

Cadastre aqui seu e-mail para receber as novidades do nosso E-BOOK “Buenos Aires como um portenho”:

Você Também Vai Gostar

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário