Blog Praias Uruguai

5 razões para conhecer as praias do Uruguai

Em fevereiro de 2015, fizemos uma road trip de Porto Alegre até Montevidéu. Foram quase 3 mil km percorridos em 15 dias, parando nas praias que mais gostamos e conhecendo o litoral desse país que é pequeno no tamanho, mas gigante no coração.

O povo uruguaio é muito gentil com os viajantes. Estando de carro, de ônibus ou qualquer outro meio de locomoção, você sempre vai encontrar alguém disposto a ajudar e dar informações quando você precisar. Esse jeito ~buena onda~ do povo uruguaio está em tudo. Na forma de curtir as praias, na arquitetura das casas e dos restaurantes. É um estilo de vida charmoso e muito tranquilo.

Descubra porque o litoral uruguaio é uma ótima pedida para suas próximas férias:

1 – Existem praias muito mais lindas e baratas que Punta del Este

A costa uruguaia vai muito além dos cassinos, baladas e hotéis luxuosos de Punta del Este. As praias que a gente mais gosta ficam no departamento de Rocha, no litoral centro-sul do país, onde as cidadezinhas são mais simples e representam melhor o estilo de vida do povo uruguaio.

Falando em simplicidade, as nossas praias preferidas são: Punta del Diablo, La Paloma e Cabo Polônio. Nessas três praias você vai encontrar hostels, hotéis e casinhas com preços mais em conta, além de um clima tranquilo e natureza mais rústica. Com destaque para as casas, que são superestilosas e surpreendem pelo custo-benefício.

2 – Experimentar um estilo de vida simples

Depois de uns dias em Punta del Diablo ou Cabo Polônio, você vai sair com as energias recarregadas.

Em Cabo Polônio, a maioria das casas e estabelecimentos não tem água encanada e luz elétrica. É um lugar onde as pessoas vivem somente com o necessário. A praia está dentro de uma área de preservação ambiental e o único acesso é com veículos 4×4 ou a pé. Os turistas pagam uma passagem de ida e volta nos caminhões disponibilizados na entrada da praia. Chegando no povoado, você avista um centrinho com casinhas coloridas de madeira, em um estilo que só se encontra lá. Os comércios são bastante simples, mas vendem o necessário para você aproveitar o seu tempo nesse paraíso. É possível comprar peixe fresquinho algumas vezes por semana e essa foi uma das experiências mais legais que a gente viveu lá. As pessoas ficam esperando os barcos atracarem e compram o peixe diretamente do pescador, limpo na hora em uma casinha na beira da praia.

Peixe fresquinho chegando no barco de pescadores em Cabo Polônio

Peixe fresquinho chegando no barco de pescadores em Cabo Polônio

 

Os restaurantes de Cabo Polônio oferecem pratos deliciosos de frutos do mar e alguns deles ficam literalmente em cima das pedras. O ambiente perfeito para você ficar horas contemplando o oceano.

Punta del Diablo e La Paloma possuem mais infraestrutura. Algumas ruas já são asfaltadas e há mais opções de comércio, mercadinhos e restaurantes bem bacaninhas. A arquitetura das casas dá um toque todo especial, pois são bastante diferentes umas das outras. Lá as casas têm até nome, tipo “Miralejos”, “Harmonía”, “Las Rocas”. É impossível não voltar para sua casa pensando em um nome pra ela.

3 – Contemplar a natureza na sua forma mais rústica

O litoral uruguaio muitas vezes parece intocado. O mar é agitado, limpo, a areia é grossa e há muitas formações rochosas pelas praias. Tudo isso forma uma paisagem rústica e bastante natural.

Para você ter uma ideia, Cabo Polônio tem uma população de apenas 99 pessoas. Enquanto que as ilhas em alto mar abrigam milhares de lobos marinhos.

4 – Ver um pôr do sol incrível no mar

Por ter uma geografia privilegiada, a praia La Balconada (em La Paloma) tem o pôr do sol mais lindo do Uruguai. Lá o sol se põe no mar e as pessoas ficam tomando mate na beira da praia, só esperando o grande momento. Além das cores do céu e do mar, outra coisa que torna o espetáculo ainda mais incrível são as palmas. Isso mesmo! Os uruguaios têm o costume de bater palmas quando o sol se põe. É mágico!

Pôr-do-sol de La Balconada, em La Paloma

Pôr-do-sol de La Balconada, em La Paloma

 

5 – Comer muito doce de leite, alfajor e parrilla

A culinária uruguaia não poderia ficar de fora dessa seleção. No café da manhã e da tarde: doce de leite e alfajor. No almoço ou na janta: uma boa parrillada.

Na região de Punta del Este, você pode visitar a fazenda onde é fabricado o doce de leite mais famoso do Uruguai, o Lapataia. Uma curiosidade é que as vacas do Lapataia escutam jazz pra relaxar.

Por todo o litoral, você vai encontrar parrillas bem tradicionais para provar essa especialidade uruguaia. Uma experiência bacana que nós recomendamos é ficar em algum hostel ou casa que tenha parrilla, pra você preparar a sua própria parrillada. Os açougues uruguaios estão entre os melhores do mundo.  Provecho!

Gostou desse post? Tem alguma dúvida ou dica?  Deixe seu comentário ou entre em contato com a gente pelo e-mail contato@mundoavolta.com.

Você Também Vai Gostar

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário