Argentina Buenos Aires

CAFF: o lugar mais inovador para ver tango em Buenos Aires

O tango nasceu no final do século dezenove e encantou o mundo com sua paixão e boemia. Virou sinônimo de Buenos Aires e segue vivo no imaginário dessa cidade. Mas, por trás dos diversos espetáculos turísticos que lotam todos os dias, com homens usando a velha “gomina” no cabelo e cenários que parecem de um filme estrelado por Gardel, acontecia algo preocupante: as canções de tango mais novas datavam da primeira metade do século passado.

Ou seja, esse gênero tão rico e importante estava esquecido pelos músicos contemporâneos. Até que chegou um furacão chamado Orquestra Típica Fernández Fierro. E graças à dica de um grande amigo que fizemos na cidade, tivemos a sorte de assistir à última apresentação da Fierro no ano. O lugar não podia ser mais autêntico: o Club Atlético Fernández Fierro – CAFF.

Foto: http://fernandezfierro.com/

Foto: http://fernandezfierro.com/

 

Cadastre aqui seu e-mail para receber as novidades do nosso E-BOOK “Buenos Aires como um portenho”:

 

Um bar que é o berço do novo tango

O CAFF, como é conhecido, foi criado em 2004 para ser a casa de uma orquestra típica – formação clássica de músicos para se tocar tango – que teria mais integrantes do que as orquestras tradicionais e beberia de diversas fontes musicais, como o rock. E também para abrir espaço a todos os músicos contemporâneos dispostos a compor música inovadora e genuína, não apenas tango. É lá que a mundialmente aclamada Orquestra Típica Fernández Fierro toca regularmente para os amantes da música e da cultura.

Um dos fundadores do CAFF e da orquestra, conhecido como El Ministro, estava nos contando sobre o início de tudo isso e disse: “Quando eu ia nas milongas de tango, me perguntava: será que não vai tocar nenhuma música que seja dos anos 40 pra cá?“. Quando ele e os amigos se deram conta de que esse gênero estava adormecido, resolveram dar luz à Fernández Fierro e ao CAFF. E deu certo, porque a partir desse espaço se iniciou todo um movimento de renovação do tango, com o surgimento de diversos compositores contemporâneos e outros espaços que deram uma nova cara às tradições tangueiras. Se você quiser ir entrando no clima, dê uma escutada na fantástica Rádio CAFF.

 – ASSISTA AO VÍDEO: “Um novo conceito de tango em Buenos Aires”. –

OTFF: toda a intensidade e beleza do tango

Assistir à Fernández Fierro é um soco na cara que ilumina o coração, apesar da iluminação do espetáculo ser bem obscura. Inclusive, o criativo que trabalha com as luzes da OTFF diz que ele não é um iluminador, e sim um escurecedor. Isso porque essa galera usa todas as ferramentas que pode para traduzir e repaginar as raízes do tango. Se os tangueiros viviam nas ruas perigosas e escuras dos bairros portenhos, as apresentações da Fierro são caóticas e têm pouca luz.

Essa capacidade de transformar o velho em novo, sem perder a essência, rendeu à orquestra incontáveis turnês pelo mundo inteiro e diversos álbuns para você escutar depois de ler esse post. Vale a pena dar uma olhada na agenda da orquestra e, inclusive, dar um pulo em Buenos Aires só para assistir ao espetáculo. As apresentações da OTFF na capital portenha são geralmente às quartas e aos sábados, às 21h. As entradas custam, geralmente, 150 pesos argentinos (R$43) .

Foto: http://fernandezfierro.com/

Foto: http://fernandezfierro.com/

 

ONDE, QUANDO E QUANTO

ENDEREÇO: Sánchez de Bustamante, 764 – bairro Abasto, Buenos Aires.

PROGRAMAÇÃO: Quartas-feiras, ORQUESTRA TÍPICA FERNÁNDEZ FIERRO (por temporadas); Sextas-feiras e Sábados, SHOWS DE MÚSICA POPULAR (tango, jazz, folclore, rock e pop).

HORÁRIOS: O CAFF sempre abre as portas às 21:30h.

PREÇOS: O espetáculo da Orquestra Típica Fernández Fierro custa R$43; os demais shows custam de R$29 a R$34. Eles têm bons DESCONTOS PARA IDOSOS E ESTUDANTES.

 

Deixe seu comentário e conte pra nós o que você achou desse post.

Cadastre aqui seu e-mail para receber as novidades do nosso E-BOOK “Buenos Aires como um portenho”:

Você Também Vai Gostar

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário