Argentina Córdoba

Serras de Córdoba: aonde os cordobeses amam ir

Morar em um lugar que ofereça a diversidade de uma metrópole e o contato intenso com a natureza é o sonho de muita gente. Pois é, assim é a vida dos cordobeses. Quem vive em Córdoba tem todas as opções da segunda maior cidade argentina, mas também tem o privilégio de estar a meia hora de uma grande variedade de serras e rios.

Não é à toa que um dos maiores costumes do cordobês é acordar num sábado de sol, ligar para os amigos e ir para algum povoado das serras tomar mate ou comer asado. Nós visitamos a região de Cuesta Blanca, que fica a 1h20 da capital da província (51km), e aproveitamos bastante aquele mar de tranquilidade. Ou melhor, rio de tranquilidade. Já que as serras cordobesas combinam a imponência das montanhas com a beleza refrescante dos diversos arroios que cortam a região. Para os mais radicais, Córdoba também oferece muitas atividades de turismo de aventura.

serras-cordoba-por-do-sol

Pôr do sol nas serras de Córdoba

 

Cuesta Blanca e Playa de los Hippies

Todos os ônibus para as Serras saem do terminal da capital Córdoba. Mas, os micros também param em diversos pontos da cidade e a gente pegou o Fonobus na rua do nosso hostel. Depois de perguntar para muitas pessoas dicas de lugares para conhecer em um bate-volta, decidimos passar o dia na Playa de Los Hippies. Para chegar lá, é preciso descer em Cuesta Blanca e caminhar uma hora subindo e descendo uma montanha. E a gente não precisou ir muito longe para apreciar uma bela paisagem cordobesa. A poucos minutos do fim da linha do ônibus, já encontramos uma pontezinha e um grupo de amigos sentados à beira do rio. A nossa primeira parada foi ali mesmo. Sentamos na grama, tiramos os sapatos e relaxamos ao som da água correndo.

playa-de-los-hippies-cordoba

– ASSISTA AO VÍDEO: “Sábado na Playa de los Hippies.”

A gente podia ficar em Cuesta Blanca por horas e horas, mas resolvemos encarar a caminhada até a pequena praia tão falada. O único acesso possível à Playa de Los Hippies é a pé, e podemos garantir que a paisagem e serenidade desse lugar fazem cada gota de suor valer a pena. No caminho, inclusive, você já vai encontrar vistas de tirar o fôlego.

vista-playa-de-los-hippies

Vista da caminha para Playa de los Hippies

 

playa-de-los-hippies

Playa de los Hippies

Chegando lá, nos deparamos com o cenário perfeito para um sábado tranquilo. Sol, água, montanhas e pouquíssima gente. Tinha um grupo de amigos fazendo um asado, alguns hippies que estavam vivendo ali há um mês e um que parecia estar ali há décadas. Acabamos sendo convidados para compartilhar o asado e desfrutamos daquela beleza na companhia dos novos amigos. Uma ótima experiência para entendermos um pouco melhor a vida dos cordobeses e descobrir um lugar muito especial. Apenas uma das tantas opções que as Serras de Córdoba oferecem aos viajantes.

Rios e montanhas por todos os lados

Como você pode perceber, Serras de Córdoba se escreve no plural. Isso porque são muitas zonas turísticas ao redor da capital: Sierras Chicas, Traslasierra, Sierras del Sur, Calamuchita, Punilla, Paravachasca, entre outras. As mais próximas ficam a apenas meia hora da capital e as mais distantes ficam, no máximo, a duas horas e meia de ônibus. Confira os lugares que a gente está louco para conhecer quando voltar à região. Em ordem de distância:

Alta Gracia

Está a apenas 36km de Córdoba e é uma boa maneira de começar a conhecer as Sierras, já que reúne seus principais atrativos: é cercada por montanhas, cortada por um rio e tem várias opções de turismo de aventura. Dizem que é um lugar incrível para pular de paraquedas. Outra atração famosa da principal cidade da zona de Paravachasca é o Museu do Che Guevara, na casa onde ele morou durante a adolescência.

Villa General Belgrano

Além das paisagens de rio e montanha, esse pueblo de Calamuchita tem atrações culturais únicas na região. Como foi colonizado por alemães no início do século passado, todas as suas casas têm teto de madeira e estilo alpino. É tomado por turistas de todo país durante a Oktoberfest, a Festa Nacional da Cerveja. Fica a 91km da capital da província.    

Capilla del Monte

Localizada no Valle de Punilla e a 94 km de Córdoba, é o povoado com a maior diversidade de paisagens naturais e passeios. Tem muita natureza, turismo de aventura e ainda é cercada de mistérios: existem inúmeros relatos de aparições de OVNI’s no Cerro Uritorco. Essa fama rendeu a criação do Festival Alienígena, que acontece todos os anos na cidade.

San Marcos Sierra

É conhecido como o pueblito hippie das Serras e fica no noroeste da província, a 137km da capital. A maioria dos seus habitantes não aguentava mais a loucura de Buenos Aires e escolheu este lugar para viver em paz. É uma pequena comunidade de artesãos, músicos e artistas. E, claro, cercada de muita natureza.

Mina Clavero

Esse pequeno povoado da área de Traslasierra é o mais distante de Córdoba (140km), mas foi o mais elogiado pelas pessoas com quem conversei. A região é famosa por ter sol o ano inteiro e combina paisagens de montanha, extensas praias de rio e um verde intenso de vegetação. Também é conhecida pelas atividades de trekking, caiaque e parapente. Mas, dizem que a principal atração de Mina Clavero é a viagem até lá: a estrada se chama Camino de Las Altas Cumbres e percorre a maior cadeia de montanhas do centro do país.

E as Serras de Córdoba têm muitos outros lugares lindos pra você conhecer. Listamos apenas os mais indicados pelos cordobeses. Para completar, as passagens não são nada caras. Um micro até Mina Clavero, que é um dos povoados mais distantes, custa em média 40 pesos argentinos.

Escolha o seu destino, busque nos mapas e boa viagem!

Confira também outras dicas para conhecer o melhor de Córdoba.

Esse post foi útil pra você? Então deixe seu comentário ou fale com a gente pelo e-mail contato@mundoavolta.com.

Você Também Vai Gostar

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário